Conheça alimentos que causam dor e inflamação

Existem dois tipos de processos inflamatórios que acontecem no organismo: O de alto grau, que pode ocorrer após uma lesão, e o de baixo grau, que pode durar anos.
Esse segundo tipo começou a ser estudo por especialistas há 10 anos. Ele não apresenta sintomas específicos, por isso é denominado doença “silenciosa”. Um dos sintomas inespecíficos que essa condição ocasiona é o que chamamos de dor crônica, dor sem causa detectada.
A alimentação tem relação direta com esse tipo de inflamação, já que é a responsável pela produção dos “mediadores inflamatórios”, substâncias que podem diminuir ou aumentar os processos inflamatórios.
Existem vários alimentos que pioram o quadro inflamatório. Um exemplo é a gordura saturada e insaturada que pode ser confundida pelo corpo como uma bactéria (A parede celular das bactérias é revestida com uma camada desse tipo de gordura). Então, o corpo detecta a gordura e ativa o início da inflamação de baixo grau. E esse é apenas um exemplo. Outros alimentos que podem causar o mesmo problema são: Frituras, ultra processados, carnes vermelhas, embutidos, ômega 6 em excesso, açúcar refinado e óleos vegetais.
Vale lembrar que o ideal para diminuir qualquer processo inflamatório é ter uma dieta balanceada, com prioridade para alimentos in natura, além da prática de exercícios físicos, que ajudam a regular o metabolismo. E para saber mais sobre o assunto e ter indicações mais precisas de como adotar uma dieta anti-inflamatória, procure um médico especialista.
Para saber mais, visite o site: lairametzen.com.br
Dra. Laira Metzen
Médica
CRM – 23556
 

Depoimentos:

Fale conosco:

* Preenchimento obrigatório

Matérias e artigos relacionados:

  • Você conhece a Bulimia Nervosa?

    A bulimia nervosa é classificada como um transtorno alimentar e é caracterizada por ter períodos de compulsão alimentar, seguidos por comportamentos para perda de peso rápida.
    Saiba mais

  • Sentar é o novo fumar!

    Ser sedentário pode ser extremamente prejudicial para a saúde porque o organismo humano não foi feito para ficar parado. É sobre isso que a Dra. Laira Metzen falou na entrevista dada ao Programa Ver Mais.
    Saiba mais